Skip Navigation
Left content here
Right content here
Comparar empregos com o

Procurar empregos por

Conhece Retail Assistant – Visual Merchandising.

Estava em Setúbal a terminar a minha licenciatura em Marketing e a Primark ofereceu-me a oportunidade de começar como Bolsista. Deixavam-me desfrutar de um horário que me facilitava conciliar o trabalho e os meus estudos. Além disso, tinha amigas que já estavam na Primark e não paravam de me falar de como se sentiam bem a trabalhar na loja: um ambiente divertido, viver uma aventura todos os dias... Mas o mais importante para mim foi a grande flexibilidade que me deixavam ter com os horários e as folgas para poder conciliar os meus estudos com o meu trabalho na loja.

A Primark procurava pessoas para o seu Staff das 09h00 às 16h30, um horário ideal, feito para mim, e já lá vão mais de dois anos! Aqui em Lisboa. Entrei para este posto e já sou Visual Merchandiser.

Uma loja que incita a comprar.

Assim que chego à loja às 7 da manhã, a primeira coisa que faço é uma análise detalhada para verificar o que mais se vendeu e o que falta nas estantes. Eu decido com o que vou repor. Trato de ver o que posso proporcionar com as minhas ideias, com a minha criatividade, para apresentar as peças de forma atrativa e sempre com uma mentalidade comercial. Tenho de estar por dentro das tendências e sigo as pautas que marcam a Primark com as suas peças principais. Depois, é preciso demonstrar bom gosto e ter olho para apresentar as nossas coleções de forma a que chamem sempre a atenção do cliente, o inspirem e o incitem a comprar.

Depois ajudo os meus colegas, mesmo de outros departamentos, a repor stock, a fazer a Caixa ou os Provadores... Onde quer que precisem de mim, estou sempre disposta a dar uma mão.

Liberdade, criatividade, responsabilidade.

Como responsável por apresentar os produtos, tenho liberdade para decidir que produtos expor. Claro que tenho linhas a seguir que marcam a loja e tendências da Primark que devem ser respeitadas. É a maior responsabilidade do meu cargo: cores, materiais, peças chave para a nossa marca... Mas dão-me suficiente liberdade para tomar decisões no dia-a-dia que sirvam para expressar as minhas ideias. E tudo isto garantindo sempre que os estilos despertam interesse e estão na última moda.

A Primark é uma escola, algo que eu não esperava de uma empresa tão grande.

Ajuda-te a crescer.

Para trabalhar na Primark não é essencial ter conhecimentos de moda. Estive noutras lojas e sabia o que era. Mas a Primark é uma escola, algo que eu não esperava de uma empresa tão grande. A sua formação ajuda-te a crescer. A mim deu-me a possibilidade de aprender muito sobre moda, tendências e gestão. Não é necessário perceber de moda. Basta quereres aprender, aplicares-te e, com um pouco de interesse, sentes-te capaz de desenvolver qualquer uma das tuas capacidades. No meu caso, ao vir de lojas mais pequenas e sendo a Primark uma cadeia tão grande, notei muita diferença no atendimento ao cliente. A Primark ajudou-me a saber lidar com a pressão de sermos tão grandes. A saber ser mais rápida, a tomar decisões a cada hora.

Mais do que uma equipa, uma família.

Desde o primeiro dia, posso dizer que me senti como parte de uma família. Mais um elemento. Sempre fui muito bem acolhida. Primeiro como Retail Assistant e depois como Retail Assistant de Visual Merchandising. Os meus chefes fizeram-me sentir bem. E os meus colegas fizeram-me sentir em casa. Trabalhamos em equipa e pensamos sempre na equipa, no conjunto e no benefício de todos como parte de toda a loja. Existe um sentimento de união e tanta ajuda que é como se fosse uma família.

A ética de um trabalho bem feito.

Sabias que a Primark fabrica os seus produtos respeitando os trabalhadores e o planeta? Eu, quando entrei, fiquei estupefacta. Descobri-o numa das formações empresariais que me deram. Ajudam os trabalhadores das fábricas nos países onde as peças são fabricadas, estejam onde estiverem, com alimentos, produtos de higiene, roupa... Importam-se com o bem-estar das pessoas que fabricam os seus produtos e preocupam-se por lhes oferecer um salário digno e boas condições de trabalho. Uma realidade que as pessoas desconhecem e que nada tem a ver com a de uma multinacional insensível aos problemas da sociedade e do mundo atual.

Empregos vistos recentemente

Não foi encontrado nenhum emprego visto recentemente.